visitantes

domingo, 24 de agosto de 2008

Nature Alive by Valexina





6 comentários:

  1. que belo, Bia!
    uma poética de tirar o fôlego, palavra a palavra.
    E gostei da estética/lay que você usou!
    Parabéns, querida!

    Um beijO!

    ResponderExcluir
  2. Adoro suas metáforas! Você inspira lirismo e me inspira, sabia?

    ResponderExcluir
  3. uau... um show de associações...
    nuvem que gargalha é phoda...
    saudade das nossas conversas mina...
    abração!!!

    ResponderExcluir
  4. desfacelo a fumaça do incenso
    no neon de Robert Klimt
    sobrado no silêncio ikebana sanguetsu
    pernas nas madrugadas meditantes
    o poema grita begônias vitrais
    tua clareza clarividência plástica
    teu pincel fruta cor femininus
    galopa galopa galopa
    você acende cartas na mão esquerda
    Mata Hari, mata sem pena
    quando Basquiat sorri de um sol
    que pinta na contra mão.

    Cássio Amaral.
    Do meu livro novo Sonnen.

    Poemaço o seu Bajo, tanto na forma,conteúde e estética.

    Beijo e muita luz amiga.

    ResponderExcluir
  5. seu estilo é sempre muito interessante :)

    ResponderExcluir
  6. vinícius lima4:27 PM

    muito bom. o experimental e o lírico juntos.

    nota 10

    ResponderExcluir