visitantes

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

áspera espera

áspera espera
pela prova esdrúxula
vassoura de bruxa
fibras duras acarinhando
fantasmas

áspera espera
pela prova ridícula
inflamada cutícula
excessos brutos maculando
prismas

áspera espera
pela prova forjada
tesoura oxidada
lâminas impávidas arrastando
lágrimas

áspera espera
pela prova podada
espinho imobilizado
acentos agudos fabulando
plasmas

4 comentários:

  1. palavras que fazemos, sonho que não temos e há ainda a aspereza do dito

    ResponderExcluir
  2. melodia que arranha ...
    invoca.
    evoca ...

    Gostei ... muito obrigado

    ResponderExcluir
  3. é uma espera atenta,
    tão atenta
    ...

    Beijo carinhoso.

    ResponderExcluir
  4. Ah, não vou dizer poema não. Vou só dar um oi e dizer que achei você uma graçinha.

    Assim: Oi. Você é uma gracinha.

    M. Só

    ResponderExcluir